Projeto Arquitetônico: Cortes + download de blocos para cortes


     


Olá Arquitetos e Arquitetas!
Tudo bem com vocês?

Hoje vamos falar de um elemento muito importante para o projeto arquitetônico e o seu entendimento! Sim, hoje vamos falar dos tão famosos e complicados Cortes!

É chamado de "corte" a secção vertical feita no projeto. Não entendeu? Então vamos lá.
Imagine que você projetou uma casa, como na imagem a cima. Agora imagine uma folha de papel cortando essa casa de cima para baixo, exatamente como está no desenho. Agora tente imaginar que você está olhando para um desses lados cortados. Conseguiu? Esse é o corte!



Corte Transversal

O corte é o desenho dessa secção feita no projeto, mas não é feito aleatoriamente. A marcação de onde deve ser feita a secção é previamente feita na planta baixa, para que possamos escolher o lugar mais conveniente a ser mostrado, para que terceiros possam entender como funciona o projeto. Na secção que é marcada na planta baixa, também é indicado com uma seta para a mostrar a posição e o sentido da visualização, já que, quando fazemos a marcação do corte do projeto, temos duas opções de desenho.
Geralmente é recomendado que o corte passe pelas partes mais importantes do projeto, elementos que precisam ser vistos para serem interpretados de forma correta, como áreas molhadas (banheiros, cozinhas, áreas de serviço), escadas, elevadores, caixas d'água e outros.


   
Em um projeto a quantidade de cortes são feitos de acordo com a necessidade de mostrar o que está sendo representado. Geralmente são feitos, no mínimo, dois cortes, sendo um transversal (corte na menor dimensão da edificação) e um longitudinal (corte na maior dimensão da edificação).   



Plano que gera o Corte Transversal

Plano que gera o Corte Longitudinal
                                            

As secções feitas pelos arquitetos geralmente são linhas retas, mas, dependendo do sei projeto, pode ser necessário mostrar mais de um elemento no mesmo corte, sendo assim, pode ser feita uma secção segmentada, fazendo desvios (que também devem ser marcados na planta baixa). 


E quanto as informações, estas não podem faltar:
______________________________________________________________________________

1. Escala: A mesma que foi feita a planta baixa;

2. Deve haver no mínimo dois tipos de corte, o transversal (é secção no menor sentido da construção) e a longitudinal (é a secção no maior sentido da construção);

3. Os cortes devem preferencialmente passar por pelo menos uma escada e uma área molhada;

4. No corte NÃO se deve indicar o norte magnético;

5. As paredes que foram cortadas deve ter uma linha mais escura que as paredes que estão sendo vistas;

6. Quando mais distante do corte, mais fino deverá ser o traço;

7. As vigas e a fundação que aparecerem no corte devem ser representadas;

8. As paredes cortadas devem ter o seu material representado por sua hachura específica (Ex.: Concreto armado);

9. As paredes das áreas molhadas (banheiros, cozinhas e áreas de serviço) devem ter a azulejo representado;

10. Indicação do Início do Terreno;

11. Todas as cotas que definem alturas: pé direito, piso, embasamento, forros, peitoril, portas, passagens, esquadrias. No corte não deve ter cotas horizontais, apenas verticais;

12. Devem ser desenhados os equipamentos fixos (Ex.:balcões, mesas, pias, lavatórios, chuveiro, bacia
sanitária) O mobiliário que não for fixo não deve ser colocado no desenho arquitetônico;

13. Nome dos ambientes onde passa o corte;

14. Cotas de Nível;

15. Indicar a inclinação da cobertura;

16. Observações (Caso o corte passe por algum móvel, você deve identificá-lo, o mesmo serve para a estrutura);

17. Hachura de terra e de aterro;

18. Nomear os cortes e colocar a escala (Ex.: Corte AA Esc.: 1/100);

19. Carimbo;


E o resultado ficaria mais ou menos como na figura a baixo. Mas, analisando-a com cuidado, você consegue identificar o que está faltando?

Figura 2- Corte vertical de uma casa (http://bit.ly/1g9Y3Ga)

Conteúdo: Blocos para cortes
Hospedagem: Google Drive
Formato: .dwg

Manual do Arquiteto

4 comentários:

Instagram