Simetria na Arquitetura

A simetria na arquitetura é importante?

De fato não é indispensável, pois nenhum projeto tem a obrigação de seguir uma estética simétrica. Aliás, grandes empreendimentos de arquitetos renomados são assimétricos, isso varia muito de partido, conceito e até, afeição do arquiteto ao cliente.


Mas isso não tira sua importância ou sua relevância na vida de quem projeta. A simetria é fundamental para criarmos sensos de proporção, exercitar o olhar crítico e até trabalhar o bom e velho “olhômetro” nas observações de tamanhos e espaçamentos.

Simetria no cenário de ‘O Iluminado’, Stanley Kubrick

O equilibro simétrico também pode ser usado (e é um recurso) em design de interiores e móveis. É indispensável que um produto seja, no mínimo, proporcional ao que lhe é destinado como uso (como cadeiras, por exemplo).
Essa “linha imaginária”, que transpassa o eixo mediano de uma cena, serve de amparo para uma boa qualidade estética, proporcionando (na maioria de seus casos) leveza, organização e centralidade.
A simetria é por nós usados de forma quase espontânea e invisível. Ela está desde o equilibro de uso de cores num quarto até referências diárias e cinematográficas.

* Este vídeo mostra a simetria como artifício de estética utilizado nos filmes de Wes Anderson. Percebam a preocupação e cautela com o cenário e zoom de cenas. Tudo passado quase despercebidos por nós, meros mortais.

Orlando Barros

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gata! próxima vez pode vir conversar comigo pessoalmente ao invés dessa tentativa infantil de me diminuir.

      Beijos de luz, por que cê ta precisando.
      obs: quando tiver culhões pra tirar do anônimo a gente resenha.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. adorei o blog!! muito util e interessante!
    gostei das postagens, inclusive das mais descontraídas que fazem associações com outros temas sem sair da relação com arquitetura!
    na proxima seria interessante falar da concepção de arquitetura no Brasil!
    Abraços

    ResponderExcluir

Instagram