Projeto Arquitetônico: Conjunto de Plantas




    Plantas, cortes, fachadas e detalhamentos são simples e resumidamente uma imensa parte do trabalho de um arquiteto, já que fazem parte da forma que representamos o nosso projeto arquitetônico, elétrico, hidráulico e de interiores para nossos clientes. Essas representações possuem medidas, materiais, distribuições  e demais elementos para a construção do projeto.

    E, para os desavisados que ainda acreditam que um projeto arquitetônico se resume apenas a algumas plantas baixas, devo ir logo avisando que vocês estão muito enganados! Preparem-se, pois agora mostrarei a vocês quais as plantas necessárias para a apresentação e representação de um projeto arquitetônico.

    E vamos ao que interessa: Cada planta que foi citada a baixo é imprescindível para a apresentação básica de um projeto arquitetônico e cada uma possui uma importância específica e, por isso, uma forma de representação e elementos que não podem ser esquecidos.

    No entanto, para o post não ficar muito grande, aqui apenas citarei as plantas necessárias para o projeto e, em outros posts comentarei separadamente cada uma delas, sua importância e itens que não podem ser esquecidos.

    As plantas necessárias para um projeto arquitetônico são:

Planta de Locação ou Localização: Mostra a localização do terreno onde o projeto está situado.

- Planta de Situação: Mostra a localização do projeto dentro do terreno, com a medida dos seus recuos frontais e laterais.

- Planta de Cobertura: Mostra a representação da projeção superior da edificação e o que aparecer na cobertura. Esta representação deve estar acompanhada do desenho do terreno, geralmente da mesma forma que a planta de localização.

- Planta Baixa: É normalmente a primeira planta a ser elaborada (em grande parte dos projetos). É nela onde são definidos os ambientes, suas dimensões, posicionamentos e ligações. A planta baixa é um tipo de "corte" que é feito horizontalmente em cada pavimento da edificação a 1,50 m de altura do chão, a fim de mostrar todos os elementos que compõe o projeto.

 - Planta de Layout: Também são de grande importância para a elaboração de um projeto, já que auxiliam a definir as áreas de circulação de acordo com a posição dos equipamentos e móveis que o cliente queira colocar ou já disponha e não deseje se desfazer.

- Corte: É chamado de "corte" a secção vertical feita no projeto, que busca mostrar o funcionamento do projeto, a sua estrutura, fundação, coberturas, escadas, implantações e ambientes.

Fachadas: Está é a vista externa na construção, é como se fosse um corte que, em vez de fazer uma secção vertical dentro do projeto, a secção é feita do lado de fora, olhando para a edificação. As fachadas podem ser chamadas também de elevação quando se referem não a frente do projeto, e sim as laterais e aos fundos. Podem também ser chamadas de fachada norte, sul, leste, oeste, e outras nomeações que vai de acordo com a preferência de cada um.

Manual do Arquiteto

Um comentário:

Instagram